Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019
Política

Conheça as etapas da posse de Jair Bolsonaro como presidente

Publicada em 31/12/18 às 10:16h - 176 visualizações

por Rádio Ativa Naviraí


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)
Nesta terça-feira, dia 1º de janeiro, Jair Messias Bolsonaro e Antonio Hamilton Martins Mourão tomam posse, respectivamente, como presidente e vice-presidente do Brasil em um rito de formalidades que começa às 14h45, na Catedral Metropolitana de Brasília, e se encerra por volta das 21h, no Palácio do Itamaraty.

O presidente eleito e a esposa, Michelle Bolsonaro, deixarão a residência oficial da Granja do Torto, onde estão hospedados na capital federal, por volta das 14h, em direção à Catedral. Lá, se encontram com o vice-presidente eleito e a mulher, Paula Mourão, e iniciam o cortejo em dois carros, em direção ao Congresso Nacional.

15h00 – Congresso Nacional

Os dois casais devem chegar ao Legislativo por volta das 15h. Vão ser conduzidos ao encontro dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e caminharão pela passarela ao encontro do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e de líderes políticos aliados. Dali, o grupo se dirige ao Plenário da Câmara dos Deputados.

A sessão será presidida pelo senador Eunício Oliveira, que é também o presidente do Congresso, e deve durar cerca de 45 minutos. Segundo o Senado Federal, o hino nacional será executado pela Banda dos Fuzileiros Navais. Depois, será o momento do juramento e da assinatura do termo de posse.

“Juro manter defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”

Juramento que será lido por Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão

Esta cerimônia é assistida por atuais e futuros parlamentares e por convidados do presidente eleito, em uma lista que não foi divulgada publicamente. Partidos políticos de oposição, como o PT e o PSOL, anunciaram que suas bancadas não irão comparecer.

Empossado pelo Legislativo, Bolsonaro fará um primeiro discurso e descerá a rampa do Congresso Nacional para uma revista nas tropas das Forças Armadas e será homenageado com tiros de canhão. Formalmente, ele e Mourão já serão, a partir deste momento, presidente e vice-presidente da República.

16h30 – Palácio do Planalto

A principal dúvida a respeito dos ritos da posse está relacionada aos cortejos, primeiro entre a Catedral e o Congresso, e posteriormente com destino ao Palácio do Planalto. Tradicionalmente, os percursos são feitos em carro aberto, em um rolls-royce que pertence à Presidência da República. No entanto, por questões de segurança, é fortemente cogitada a possibilidade de que o percurso ocorra em um veículo fechado.

Oficialmente detentores dos mandatos, Bolsonaro e Mourão chegarão ao Palácio do Planalto por volta das 16h30. Os eleitos subirão a rampa em encontro ao presidente Michel Temer (MDB), que os acompanhará até o Parlatório e entregará a faixa presidencial, fazendo a transmissão simbólica e definitiva do cargo.

Este é o momento que poderá ser acompanhado pela população presente na Esplanada dos Ministérios, que está fechada para os veículos já a partir deste sábado para ser preparada para a festa. Segundo o Palácio do Planalto, a expectativa é que entre 250.000 e 500.000 pessoas acompanhem a posse.

Quem for a Brasília acompanhar a cerimônia, não poderá ingressar na Esplanada com os seguintes itens, por motivos de segurança: garrafas, guardas-chuvas, fogos de artifício, apontadores laser, animais, bolsas e mochilas, sprays, máscaras, inflamáveis, cortantes, armas de fogo, drones e carrinhos de bebê.

Às 17h30, o presidente ingressa no Palácio do Planalto para a cerimônia de nomeação de seus ministros no Salão Nobre do edifício, que deve durar outros 45 minutos. Está prevista para as 18h15 o registro da foto oficial de Bolsonaro e Mourão com os 22 ministros indicados para compor o governo.

19h00 – Itamaraty
Por fim, o casal Jair e Michelle Bolsonaro, já encerradas as cerimônias formais de posse, oferecem uma recepção no Palácio do Itamaraty, sede da diplomacia brasileira. Lá, receberão chefes de estado e de governo – ao todo, são doze os esperados para comparecer à posse –, ministros e outros representantes de países convidados.

Por decisão do futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, os governos de Venezuela, Cuba e Nicarágua foram excluídos do evento.

A previsão é a de que o coquetel dure cerca de três horas e se encerre por volta das 22h, sendo o último momento das formalidades da posse presidencial de Jair Bolsonaro.

MSN



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 

Visitas: 1280844
Usuários Online: 157
Copyright (c) 2019 - Rádio Ativa Naviraí