Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Política

Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido

Ele reuniu nomes da sigla para informar afastamento

Publicada em 22/10/19 às 09:24h - 687 visualizações

por Rádio Ativa Naviraí


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Zeca deve continuar na militância, mas não quer estar mais à frente do partido  (Foto: Arquivo)
O ex-governador de Mato Grosso do Sul e ex-deputado federal, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, deixou a presidência do partido e vai se afastar das funções políticas para fazer um tratamento de saúde. De acordo com o deputado estadual Pedro Kemp, a agremiação fica sob responsabilidade do vereador de Coxim, Valdemir Ferreira. 

Kemp disse que na semana passada o líder partido chamou os demais nomes da sigla para um reunião e comunicou que não concorrerá novamente para presidir a Executiva estadual do PT. “Zeca seria o nome de consenso para continuar, mas na semana passada reuniu lideranças do partido e colocou que vai fazer uma cirurgia mês que vem e preferiu não disputar a presidência e dar um tempo. Ele continua na militância, mas não quer estar mais à frente. Vai se cuidar um pouco, ele está com problema para andar. Resolver se afastar, cuidar um pouco dele e dos netos”, explicou.

Ainda conforme o parlamentar, com relação às eleições de 2020 a articulação vai ficar por conta do novo presidente estadual e na capital com o presidente Agamenon Rodrigues. Questionado se deve disputar o Executivo de Campo Grande, Kemp foi cauteloso. “O partido vai fazer discussões, meu nome sempre é lembrado, não é que eu tenho interesse, mas fico a disposição do partido. Esse ano a gente discutiu de organizar o partido, fazer filiação, com relação a prefeito ficou mais para o ano que vem”, disse.

O deputado disse ainda que mesmo sem o cargo na diretoria da agremiação, Zeca não deve ficar longe das decisões. “Ele é uma referência para todos nós do partido, é o Lula de Mato Grosso do Sul, sempre é consultado e vai continuar participando com certeza”, declarou citando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderança nacional do PT. 

O Correio do Estado tentou falar com o ex-governador, mas o celular está desligado e as mensagens não foram respondidas.

Correio do Estado



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 

Visitas: 2009199
Usuários Online: 174
Copyright (c) 2019 - Rádio Ativa Naviraí